quarta-feira, junho 13, 2012

Birras VS Mau Feitio VS Desenvolvimento Infantil

E desde que nascem até ao fim das suas vidas (que seja muito longa e saudável) os filhos dão preocupações aos pais! E que verdade que isso é....

Esta fase dos 2 anos e das birras e das afirmações de personalidade está a ser bastante complicada de gerir... principalmente em termos emocionais.

Convosco e com os vossos filhos também foi assim?!


Sei que talvez esteja 'a pagar' um pouco por aquilo que fui em criança, porque apesar dos meus pais não o permitirem, também eu fazia muitas birras, mas tento que a Carolina não seja assim....

O que me preocupa é que, felizmente a Carolina tem uma personalidade forte, mas evidencia-se perante os outros, ou seja, na escola tem a mania (de vez em quando, porque também são fases) de beliscar e levantar a mão aos outros meninos. As educadoras repreendem, põem-na sentada num banco a pensar no que fez (tipo castigo) e ela faz birras brutais (agora grita e guincha) e volta a fazer o mesmo!

Tudo aquilo que sempre reprovei nas outras crianças, a minha faz! :( Não por a deixarmos fazer, porque não deixamos, repreendemos, colocamo-la de castigo e obrigamo-la a pedir desculpa, mas porque ela é assim... Às vezes questiono-me se estaremos a errar em alguma coisa.... :(

Fico muito triste quando chego à escola e ela está de castigo ou está a fazer birra porque bateu em alguém! 
Ontem foi o caso... estava num dia impossível e assim que entrei na escola ouvi o choro e a birra! Esatava de castigo porque qualquer menino que passasse por ela, ela beliscava-o :( e depois claro, fazia birra porque a punham de castigo.

Não está a ser fácil para mim lidar com isto, porque sei que algumas coisas fazem parte do desenvolvimento das crianças, mas tal como os outros pais, também não gostaria que na escola me dissessem que estão sempre a 'bater' nos filhos! E em casa, quando temos lá outras crianças, ela é que leva e deixa-se bater, quando na escola é precisamente ao contrário!

Ontem, depois da escola, cheguei a casa e disse-lhe que estava muito triste com ela. Olha para mim com ar de cachorro abandonado e digo-lhe que estou muito triste e que não gosto que ela faz. Foi para a sala.
De seguida veio pedir-me bolachas (cereais que come num pratinho). Disse-lhe que não, que estava de castigo e que se quisesse fruta, lhe daria. Disse-me que não e começou a birra. Deixei-a gritar, esperniar sem lhe dar qualquer atenção. Ficou deitada no chão.... e olhar para mim e para a avó, com aquele ar..., e ninguém lhe ligou. Parou de chorar, levantou-se e pediu desculpa e comeu fruta.... Com ela, as palmadas não resultam , mas o castigo e o 'desprezo' mostram resultados. Só queria que as outras pessoas, quando ela faz asneiras ou birras porque não lhe damos algo, não interviessem a favor dela e que não a tratassem como a coitadinha.... mas é mais um fator de difícil gestão....

Quero que a minha filha seja uma pessoa melhor, para ela, para nós e para os outros.... adivinha-se uma batalha longa e difícil, mas não iremos desistir, por muito difícil que seja...

Wish me luck ;)

6 comentários:

Full-time Mom disse...

As birras fazem parte do desenvolvimento e a melhor forma de lidar com elas é não lhes dar tempo de antena, o que às vezes não acontece quando estão outras pessoas presentes. Não te preocupes muito com o comportamento dela na escola, de certeza que ela vai perceber que não deve bater ou beliscar ao fim de alguns castigos. O meu às vezes também bate e a educadora faz-me queixa, eu digo-lhe "olhe paciência, umas vezes dá, outras apanha, acontece com todos!" De certeza que não estás a fazer nada de errado, o comportamento dela é normalíssimo para a idade, é só uma bebé de 2 anos! Beijinhos :)

Vânia e Mariana disse...

Olá, olha a fase que passas é perfeitamente normal!!!e estranho é quando eles não fazem birras....Estive outro dia numa sessão com a psicologa sobre isso, e ela disse sinais de alarme é não fazerem birra nenhuma :) Por isso, é normal e a culpa não é tua dela fazer birras....
O que fazer com as birras? Não ha milagres, e varia muito de criança para cirnaça, mas primeiro em alguns casos convem evitarmos as birras...por exemplo, de manhã fazem birras para se vestirem, porque querem ser elas a vestirem-se, então levanta-a mais cedo e deixa- vestir-se...assim não tamos nos com stresse e ela faz o que quer....Claro que isto só resulta em coisas que não tem mal ela fazer, e que muitas vezes so não faz pelo corre corre no dia a dia....
Quando a birra esta instalada, não adianta bater, não adianta ralhar, não adianta berrar, porque nessa fase só vamos piorar...o ideial é ignorar por completo, e no fim com calma falar com ela explicar que fez mal, e castiga-la!!!Mas importantissimo é nunca, mas mesmo nunca cederes a uma birra...porque se uma vez cedes, ela vai sempre fazer porque pode ser que mais uma vez resulte :) elas são muito inteligentes...
Outra coisa, é não deixares nunca que interfiram...ai tens queser firme e lembrar as pessoas que tu és a mãe, e ponto final....
E acima de tudo, muita paciencia :)
ha e outra coisa, é importante para eles que perebam que nos as amamos e por isso mesmo queremos que se portem bem ;)

beijinhos e calma!!!

Maria João disse...

Há crianças mais birrentas que outros. Algumas são uns anjinhos e outras uns autênticos diabos. A minha filha anda na fase de chorar por tudo e por nada. Anda muito sensivel:) E requer mta mta atenção o que me deixa doida, mas pronto. Birras por acaso nunca fez muitas. Nunca foi de se atirar para o chão nem de espernear. Eu detesto. Acho que todas detestamos, não é? Os pediatras dizem que uma criança só faz birras quando tem assistência a ver, portanto talvez o truqye com a Carolina seja mesmo ignorar. E não deixes de forma alguma que interfiram na forma como lidas com as birras dela. Aqui em casa há o degrau do castigo e é assim que geralmente o castigo funciona. SEmpre que acho necessário vai para lá até pedir desculpa ou até eu entender. Mesmo que resista, o que até não acontece, é colocada lá na mesma. Tb acho que castigá-la retirando aquilo que ela mais gosta cm um brinquedo, tv pode ser que funcione. Mas pensa que é uma fase. Muitas vezes só querem chamar a nossa atenção. De certeza que nos dias em que lhe dás mais atenção e brincas com ela as birras não são tantas pois não?

Mara Quinta disse...

Ainda há dias perguntei à pediatra dos meus se não podíamos passar dos 2 para os 3 anos num piscar de olhos. É a fase em que eles começam a testar-nos e também não têm bem noção dos limites. O João fazia birras medonhas nessa idade e depois passou. A Rita também é um verdadeiro diabrete e noto que é mais "manipuladora" e exagerada que o irmão. Com calma e muita paciência, esta fase acaba por amainar.
Beijinhos e não desanimes.

sakura disse...

olà gosto muito do teu blog:)
aqui tambèm temos 1 piolho assim e sò tem 1 ano;nem quero pensar com 2..acredita que te entendo,ele è igual,faz birra por tudo e nada,atira se para o chão e esprneia,grita..olha è doidinho!!
Claro que não lhe dou palmadas,nem podia,ele dava outra de seguida,pois copia tudo que fazemos,mas expilco lhe que està a fazer mal e por vezes ignoro o,mas para jà nada resulta!simplesmente não quer saber..e o nosso remèdio è qual?!Continuar a tentar atè aprender!Honestamente,acho que è esse o nosso trabalho como pais,ir ensinando e mostrando o que està bem e mal,eles vão acabar por perceber,espero eu!
pelo que vejo são todos iguais e um dia acabam por acalmar!
bjnh e boa sorte!

Gaiatas disse...

É com essa atitude que tiveste que ela aprende.. e melhora!

As birras fazem parte dos 2 anos, dos 3, dos 4... e acho que não acaba por aqui :\

Haja coragem e paciência.
Beijocas *

Lilypie Third Birthday tickers

Lilypie Fourth Birthday tickers